Sobre nós: quatro gerações escrevendo bem

Sobre Nós

A trajetória dos "De Franco" no ensino da caligrafia no Brasil é uma história de amor a um ideal que dura mais de um século e já está em sua quarta geração. Chegando ao Brasil por volta de 1880, D. Ida Nóbile De Franco, vinda de uma família nobre de Veneza, trouxe consigo uma sólida cultura e amor pela caligrafia que foram transmitidos ao seu filho Antonio De Franco, que após anos de dedicação, elaborou um método exclusivo e patenteado de ensino que através do tempo tem comprovado sua qualidade e eficiência didática.

Nesta longa empreitada ele contou com a colaboração de toda a sua família e especialmente de seus três filhos: Edson, Flávio e Antonio que além de formados em Direito, também se dedicaram ao ensino da arte de bem escrever. A terceira geração a dar sequência no ensino da caligrafia foram os Professores Antonio De Franco Neto e Flávio José De Franco Jr., que agora dão espaço à quarta geração com o Professor Antonio Ramondetti De Franco.

Caligrafia

A caligrafia, originada dos termos em grego “kallos” (beleza) e “graphein” (escrita), é a escrita manual em que se destacam a uniformidade e a elegância. Foi no Oriente que esta técnica atingiu o status de arte, sendo que muitos profissionais da escrita realizaram trabalhos na Europa entre os séculos XVI e XIX.

O primeiro manual de caligrafia foi criado em 1522, período em que esta técnica era praticamente restrita a diplomas, títulos e correspondências diplomáticas. Foram nos séculos XVII e XVIII, com a expansão comercial na Europa, que a caligrafia tornou-se mais popular.